13 de nov de 2009

BRONZEAMENTO ARTIFICIAL




por Luiz Rogério de Carvalho



A recente proibição pela ANVISA, para o uso de máquinas de bronzeamento artificial, como era de se esperar, provocou a irritação dos proprietários de clínicas de embelezamento em todo o país, onde elas funcionam.

Algumas clínicas, insatisfeitas com a medida, alegando prejuízos financeiros, já que adquiriram os equipamentos, sem nenhuma restrição dos órgãos de saúde pública, ameaçam entrar na justiça para tentar reverter a proibição, que a ANVISA justifica como medida preventiva baseada em alerta feito pela IARC (Agência Internacional para Pesquisa do Câncer), vinculada à OMS, que fala sobre o aumento do risco de câncer devido à utilização do equipamento, e que passou de “causa provável” para “causa concreta” de tumores de pele, pois, especialistas internacionais concluíram que o risco é elevado em cerca de 75% quando se utiliza a câmara de bronzeamento antes dos 30 anos.

Sendo justa a reclamação das clínicas de embelezamento que utilizam o equipamento, adquirido legalmente, e para o emprego em ramo de atividade lícita, cabendo, portanto, ressarcimento, também, por se tratar de uma prática condenada pela pesquisa científica, feita por instituição da mais alta credibilidade internacional, tornando indispensável a supressão de seu uso para prevenir o aumento da incidência de câncer de pele, é de se esperar que a ANVISA, responsável pela prevenção da saúde dos brasileiros, mantenha a proibição e, que o judiciário brasileiro, se acionado, seja sensível ao aspecto mais importante da questão, a saúde pública.


4 comentários:

ABB disse...

Os mais de 5.000 profissionais de bronzeamento do Brasil cobram seu direito de resposta e se manifestam em relação a esta decisão da Anvisa. Exigem explicações para esta medida extrema:
Onde estão as pesquisas que comprovam os danos à saúde? A pesquisa da IARC não apresenta dados conclusivos, nem recomenda a proibição?
O Brasil já respeita todas as recomendações de segurança da OMS, então por que proibir?
Em nenhum país desenvolvido o bronzeamento é proibido, não possuem sequer regras para o uso das máquinas. Todos eles estão errados?
Como fica a liberdade de escolha do cidadão?
O pronunciamento oficial dos profissionais está no site da Associação Brasileira dos Profissionais de Bronzeamento (ABB):
www.bronzeamentoprofissional.com
Grato.

Conceição Duarte disse...

Pois é, isso é feio demais! Já fiz na vida uns oito bronzeamentos desses, é muito legal, mas tive na coxa direita uma coceira na perna e um tipo de ferida... Parei, dei um tempo e voltei no ano seguinte, mas não sou fanática, não. Dizem agora que para tratamento de quem tem vitiligo é muito bom... Mas não sei...
CON

Efigênia Coutinho disse...

GRANDE POSTAGEM PARA O BEM DE TODA COMUNIDADE.

Eu não esqueci um só de todos os meus amigos aqui, e hoje retorno, depois de muito trabalho com o nosso Site, com os 1000 Sonetos, agora poderei estar ao lado de todos , matando as saudades, que se fazem presente ao presente momento,
passa lá no meu cantinho, tem
NATAL,
com carinho, Efigênia

Daniel Cristal disse...

Querido amigo Luiz de Carvalho,
Desejo a todos, com especial benquerença, uma muito feliz quadra festiva, esta que engloba o tempo natalício e o começo do ano vindouro. Ao Luiz, dono e director deste espaço, à sua família, aos seus amigos e fiéis leitores, desejo muita saúde e muito amor e muita alegria, e tudo o mais que poderia ser desejado, resume-se bem nesses três votos; estou convicto que toda a felicidade e prosperidade virão por consequente acréscimo natural.
Até sempre, com amor,
Armando Figueiredo (Daniel Cristal)

http://www.google.pt/search?q=Daniel+Cristal&hl=pt-PT&start=0&sa=N