31 de dez de 2009

ÁRVORE DE OURO - ANDREA BOCELLI - VICE-GOVERNADOR INDICIADO E DENUNCIADO



por Luiz Rogério de Carvalho

Aqui em Santa Catarina, especialmente na sua capital, Florianópolis, está acontecendo coisas de arrepiar os cabelos, até de carecas.

A Prefeitura Municipal de Florianópolis contratou, sem licitação, a feitura de uma árvore de natal, que foi mantida apagada, pelo preço, R$ 3.700.000,00. Fortes indícios de super faturamento (corrupção) levaram o Ministério Público a denunciar ao judiciário, que suspendeu o exorbitante pagamento da árvore faraônica. Como só a primeira parcela do pagamento à firma contratada havia sido paga, em represália, a árvore foi desligada.

O vice-governador Pavan, investigado pela PF, foi indiciado e denunciado pelo Ministério Público por crimes de corrupção passiva, advocacia administrativa e quebra de sigilo funcional. Enquanto isso, o governador Luiz Henrique da Silveira, mais preocupado com sua campanha eleitoral para uma vaga no Senado, continuava dizendo que iria transferir o governo ao vice- governador denunciado, pois acredita na sua inocência.

Enquanto os políticos “ficha suja” continuarem com direito a candidatura a cargos eletivos que, depois de eleitos, lhes garantam foros privilegiados, continuaremos convivendo com esses descalabros na política brasileira.

Uma ex- funcionária, contratada do Tribunal de Justiça denuncia um desembargador, de exigir dela a devolução da metade do seu salário, pois ele precisava desse dinheiro para pagar a prestação do seu apartamento. Conforme matéria publicada no Diário Catarinense, a ex- funcionária diz ter comprovantes de todos os repasses.

Para culminar o cantor italiano Andrea Bocelli, que não viu nada, pela apresentação de um show, que ainda não realizou, vai receber R$ 200.000,00, quando a Prefeitura de Florianópolis diz ter contratado por R$ 800.000,00.

Concluindo, em Santa Catarina, estamos encerrando 2009 vivendo o pior dos mundos, razão por que a campanha pela “Moralização e Ética na Política e na Administração Pública” tem de ser reforçada, com o apoio de toda a população ao trabalho que o MP vem desenvolvendo.


Nenhum comentário: