4 de jun de 2008

O CELULAR



por Luiz Rogério de Carvalho


Como um dos grandes avanços tecnológicos dos últimos tempos, o telefone celular foi um invento que transformou as comunicações pessoais, trazendo enormes benefícios para todos e, também, algumas inconveniências, para muitos.

Nada mais desagradável do que estar almoçando e, na mesa ao seu lado, alguém que transferiu o escritório para o restaurante, insiste em confirmar uma transação comercial, iniciada uma hora antes. Ou então, aquela mocinha que brigou com o namorado e, sem se preocupar com os circunstantes, chorosa, em longas explicações, em voz alta, procura reatar a relação.
Não sei se essa falta de educação é brasileira, ou foi uma praga que nasceu com o aparelhinho e, sem fronteiras, incomoda todo mundo.

A verdade é que, há muitos anos, depois que troquei a cozinha de casa pela do restaurante, tenho procurado administrar esse problema e, para não ser taxado de “chato”, numa rápida olhada, escolho a mesa mais conveniente, pois não pretendo ter indigestão, e reativar uma gastrite de origem nervosa, que há tempo está adormecida.


.

Nenhum comentário: