2 de mai de 2009

O AVAL DO PRESIDENTE

.


por Luiz Rogério de Carvalho


O brasileiro comum, ainda estarrecido com as recentes divulgações de atos de corrupção praticados pelo ex-diretor geral do Senado que, durante anos, sob o manto da impunidade locupletou-se com o dinheiro público, agora, vê ainda aumentada sua descrença nas instituições e, especialmente nos políticos que dirigem o país.

É o caso da orgia das passagens aéreas, quando parentes e amigos de políticos se beneficiavam viajando pelo país e para o exterior usando a “generosidade” de muitos deputados federais, entre eles um daqui de Santa Catarina, Fernando Coruja, em quem votei, e até escrevi neste Blog, sob o título “O Recado das Urnas”, dizendo que ele, não tendo sido eleito para o cargo de Prefeito de sua cidade, o povo ganhou, por não perder um bom e sério legislador. Ledo engano, pois foi um dos campeões da farra das passagens aéreas com o dinheiro público.

Agora, quando pela atuação da imprensa livre a nação tomou conhecimento de tantos descalabros, e o próprio Congresso Nacional, para não sofrer ainda um maior descrédito, adotou algumas tímidas medidas para moralizar a indecente e costumeira prática de financiar turismo com o dinheiro público, eis que o presidente Lula, numa atitude que não serve de exemplo para nenhum governante, vem dizer que não vê nada de errado ou crime no fato de políticos levarem suas mulheres para Brasília, com a passagem aérea paga com o dinheiro do contribuinte.

Tal declaração, vinda do supremo mandatário da Nação, parece pretender jogar um balde de água fria nas campanhas que várias entidades vêm promovendo no combate à corrupção e na retomada da moral e da ética na política e na administração pública brasileira.
.

4 comentários:

Conceição Duarte disse...

Luis, obrigada por me seguir, como será que chegou até lá? De qq maneira fico feliz demais, e te seguirei tb. Encontro aqui logo no primeiro post, coisas que concordo com vc totalmente. Infeliz de nós brasileiros que estamos nas mãos daqueles que têm a vaidade acima da preocupação com os seus eleitores, com a NOSSA NAÇÃO e que só sabem vomitar palavras como as que vc usou aí, porém, eles todos não sabem o significado da MORAL, da ÉTICA, da transparência. São palavras que certamente eles acham bonita, ou como se diz na moda, é "tendência" usá-las nos dias de hoje no meio político.

Estamos mal, muito mal! As pessoas lé de cima, do poder, não têm VONTADE política e se lambuzam no poder com o dinheiro público, cargos, aviões, e palavras empregadas e levadas ao vento.

Prazer em te conhecer.

Bom domingo, CON

Aidinha disse...

Tio Ruja

Antes de tudo, agradecer sua presença na minha lista de seguidores.
Daqui a mais uns minutos, serei sua seguidora também.

Depois, cumprimentá-lo, pelos blogs que segue, porque demonstra ser eclético no gosto e no saber.

Concordo com tudo o que diz do presidente e dos nossos políticos. Há que se ter estomago para aturar tudo o que eles nos impingem, sem a menor complacência e nem o mínimo de vergonha!
Não se critique por ter acreditado em um político, todos eles de um modo geral já nos enganam e o mais triste é que não temos opção nenhuma! Os candidatos são os que eles nos impõem. Assim, penso que só um grande movimento social poderia mudar muito do que está aí, contra a nossa vontade.

Por último, com o seu perdão, gostaria muito de saber por que “Tio Ruja”? Posso? Rsrsrs É engraçado!

Saudações acadêmicas desta sua colega que fica muito feliz com sua presença.

Beijo
Aidinha

Flavio Ferrari disse...

Não compete ao presidente definir o que é certo ou errado. Compete que zele pelo cumprimento das leis e dar normas vigentes.
Se elas permitem que as esposas sejam levadas, não há o que criticar.
Se não permitem, há que punir.
Simples assim.

leonorcordeiro disse...

Achei a frase do presidente profundamente infeliz.
Não concordo com as passagens oferecidas aos nobres políticos com o amparo da lei. Se listarmos todas as mordomias que eles recebem e que são pagas com o dinheiro público , a lista é imensa.
Luiz, obrigada por acompanhar o meu blog. Me sinto honrada com a sua presença.
Grande abraço!